SUA – A Jornada de uma Comunidade de Renascimento​

 Quando anunciamos que vamos iniciar um SUA – Seminário de Um Ano (em Rebirthing) as questões mais comuns que nos dirigem são: O que é o Rebirthing? É uma formação? Porquê um ano? Que aprendizagens oferece?

Espero seguidamente responder a estas questões trazendo um pouco de contexto, informação e também de filosofia deste convite que estamos novamente a lançar a todos aqueles que sentem que é momento de re-nascer, re-iniciar, re-novar!!!

 

O SUA surge como um movimento dentro da terapia Rebirthing-Breathwork, traduzindo: respiração consciente ou energética. Esta terapia foi criada por Leonard Orr nos anos 70 como uma técnica de recuperar ‘toda a potência do sopro da vida’ em nós. É então, uma forma de gerir, se não mesmo ultrapassar, eficazmente a dor física, mental e emocional que adquirimos nos primeiros anos de vida e que inconscientemente, vamos repetindo na experiência de vida subsequente, sob formas que se apresentam no nosso discurso interno como sejam ‘eu nunca isto’, ’eu sempre isto’, ’eu não consigo’, ’é sempre assim’, acompanhada de sentimentos de frustração, medo, angústia, depressão, zanga, etc, em resumo, sensações de limitação. Para além da respiração conectada consciente, o Rebirthing utiliza técnicas de purificação espiritual e também de pensamento criativo para podermos alcançar a mestria sob a mente e as emoções, e assim, deixar que o nosso Ser Autêntico, Divino, Inocente se expresse nas realizações diárias e no nosso caminho de realização existencial.

 

O convite do Rebirthing é que cada um possa conhecer-se, reconhecer os limites auto-impostos a partir de experiências traumáticas, ver a sua história desde os aspectos limitadores bem como dos aspectos que fazem florescer e descobrir singularidades e dons, transmutar a bagagem emocional acumulada, num processo de aprendizagem sobre como a mente funciona, quais o padrões repetitivos adquiridos, práticas de purificação, de reprogramação e resignificação positivas, de respiração cada vez mais ampla, consciente, relaxada e profunda. É um caminho de autonomia, de libertação e de re-estruturação interna que visa alinhar-nos com a Vida plena, saúde, paz e prosperidade. É uma formação para si mesmo, de como lidar com projecções no seu dia-a-dia, como ultrapassar processos de dor e de limitação, de se conectar com a potência espiritual interna e alinhar com o seu propósito de vida! Esta formação é A formação para si, a mais importante para quem deseja viver um sentido de realização e de sucesso cada vez mais profundos.

 

Ora o SUA é, neste contexto, um processo de renascimento e empoderamento do indivíduo no seio de um grupo motivado pelo mesmo objectivo, envolvido afectivamente no suporte de todos, onde cada um tem o seu lugar, inspira e é inspirado, apoia e é apoiado, e assim se torna um elemento chave de transformação do todo! Orr pensou o SUA como uma possibilidade de construir uma família espiritual, que funciona como ideal de família baseada no amor, cura, sabedoria, respeito mútuo e suporte a vários níveis. É um lugar onde praticamos a liberdade de pensamento e honestidade emocional. É no seio de relações profundas e de progressiva construção de confiança e reciprocidade que o indivíduo consegue resgatar dentro de si a verdadeira potência de cura que é o Amor.

 

Orr criou o SUA em 1974 como uma operacionalização do processo de libertação e crescimento internos, em contexto grupal, de modo consistente, progressivo e dividido em 12 encontros, nos quais temas centrais da existência são trabalhados e ampliados, como sejam criança interior, auto-estima, relações, prosperidade, etc. Para além disso, um progressivo desbloqueio do aparelho respiratório e das tensões musculares crónicas, permite ampliar a energia vital e a consciência do indivíduo.  Se tivermos em conta que a gestação de um ser humano leva 9 meses dentro do útero materno ou até, 12 meses se incluirmos os primeiros três meses de vida como uma gestação fora do útero (teoria da Exterogestação de A. Montagu), se entende a metáfora a que Orr quis recorrer para estruturar o SUA como um verdadeiro processo gestacional de um Humano Íntegro, Equilibrado, Saudável e Bem sucedido. Na sua opinião, este processo leva muito mais tempo, mas este não deixa de ser um bom começo para nos comprometermos para o resto da vida com o nosso próprio Cuidado e Iluminação.

 

Se se identificou com alguma parte deste artigo, ficou curioso ou sentiu afinidade com a nossa proposta, informamos que um novo SUA está prestes a iniciar a 27 de Junho. Conheça a nossa promoção para quem se inscrever até ao dia 19 Junho a partir desta plataforma. O momento é agora, aguardamos por si!

 


Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *